Pular para Navegação

Perguntas Frequentes - Concurso Público

Conforme Edital de Retificação nº 007/2016, publicado no D.O.U. de 12/01/2016, página 38: "A prova objetiva terá duração de 4 horas e será aplicada na data de 22/05/2016." (Disponível em https://concursopublico.ifsp.edu.br/sites/default/files/arquivos/edital_007_16_retificacao_edital_864_concurso_tae_diversos.pdf)

Conforme o Edital 864/2015:

Para candidatos declarados negros no ato da inscrição, das vagas destinadas a cada cargo e das que vierem a surgir durante o prazo de validade do concurso, 20% (vinte por cento) serão providas na forma da Lei nº 12.990, de 09 de junho de 2014. O candidato negro concorrerá concomitantemente às vagas reservadas aos candidatos negros e às vagas destinadas à ampla concorrência, de acordo com a sua pontuação no concurso. Os candidatos negros poderão optar também por concorrerem às vagas reservadas a pessoas com deficiência, se atenderem a essa condição, de acordo com a sua classificação no concurso.

Serão reservadas vagas a Pessoas com Deficiência – PCD, na proporção de 20% (vinte por cento) das respectivas vagas, por vagas que surgirem ou forem criadas no prazo de validade do concurso. O candidato com Deficiência concorrerá concomitantemente às vagas reservadas aos candidatos com deficiência e às vagas destinadas à ampla concorrência, de acordo com a sua pontuação no concurso. 

 

A regra, por força do edital, é que o candidato nomeado entregue o Diploma + Histórico autenticados.

Porém devido à demora de algumas instituições em emitir o Diploma, pois são de Instituições não universitárias e precisam remetê-los a universidades indicadas pelo Conselho Nacional de Educação para o registro, então, nesta situação, poderá ser aceito:

Cópia autenticada do Histórico juntamente com Declaração original emitida pela Instituição de Ensino onde conste:

  1. nome do estabelecimento, com endereço completo;
  2. nome completo do aluno concluinte;
  3. número do RG ou RNE e estado emissor (somente o estado);
  4. nome do curso
  5. nome da habilitação (se for o caso);
  6. portaria de reconhecimento, constando o número e a data da publicação no DO ou DOU;
  7. Informação de que o aluno cumpriu todos os requisitos tais com a carga horária, estágio (se houver) e o currículo determinado para o curso, o que o outorga o título de Graduado;
  8. data da colação de grau
  9. data de quando será a expedição do diploma (ou informa que o diploma esta em processo de expedição pelo prazo de xx dias); e
  10. Assinatura do dirigente da instituição.

 

Observação, no HISTÓRICO deve conter as seguintes informações - Conforme site do MEC: http://portal.mec.gov.br/sesu-secretaria-de-educacao-superior/perguntas-frequentes#diploma_e_historico_escolar

Conforme o Parecer CNE/CES nº 379/2004, as informações que deverão constar do Histórico Escolar são:

  1. nome do estabelecimento, com endereço completo;
  2. nome completo do diplomado;
  3. nacionalidade;
  4. número do RG ou RNE e estado emissor (somente o estado);
  5. data e local de nascimento (somente o estado);
  6. nome do curso e da habilitação (se for o caso);
  7. portaria de reconhecimento, constando o número e a data da publicação no DO ou DOU;
  8. processo seletivo: mês e ano, classificação (somente estes dados);
  9. disciplinas cursadas: período, relação, notas ou conceitos;
  10. carga horária de cada disciplina e a soma destas;
  11. data da realização do Exame Nacional de Curso (ENC);
  12. data da colação de grau e expedição do diploma; e
  13. assinaturas (de acordo com o regimento de cada instituição).

Conforme informações dadas pelo Portal do MEC sobre o registro dos Diplomas, disponível em http://portal.mec.gov.br/conselho-nacional-de-educacao/atos-normativos--sumulas-pareceres-e-resolucoes?id=12961 – Consultado em 04/02/2016 às 18:39.

Lei nº 9.394/96 dispõe o seguinte sobre o registro de Diplomas:

Art. 48. Os diplomas de cursos superiores reconhecidos, quando registrados, terão validade nacional como prova da formação recebida por seu titular.
§ 1º Os diplomas expedidos pelas universidades serão por elas próprias registrados, e aqueles conferidos por instituições não-universitárias serão registrados em universidades indicadas pelo Conselho Nacional de Educação.

Decreto nº 5.773, de 9 de maio de 2006 que dispõe sobre o exercício das funções de regulação, supervisão e avaliação de instituições de educação superior e cursos superiores de graduação e sequenciais no sistema federal de ensino, prevê:

Art.34. O reconhecimento de curso é condição necessária, juntamente com o registro, para a validade nacional dos respectivos diplomas.

Decreto nº 5.786, de 24 de maio de 2006 que dispõe sobre os centros universitários, no § 4º de seu art. 2º estabelece:

§ 4º Os centros universitários poderão registrar diplomas dos cursos por eles oferecidos.

Leia os documentos emanados do CNE sobre o tema os quais podem ser acessados pelo link abaixo:

Os Pareceres e outros sobre Registro de Diplomas

Se o candidato apresentar comprovante que atenda ao critério (Atuação em atividades técnico-profissionais ou de docência, na área pretendida, em instituição pública ou privada), serão contabilizados 10 (dez) pontos a ele. Caso não apresente comprovante ou apresente comprovante que não atenda ao referido critério, não serão computados pontos ao candidato nesse quesito.

Verifique se o e-mail de confirmação não se encontra na caixa de spam da caixa de entrada de seu e-mail. Caso seu e-mail seja @bol.com.br, o Bol possui um sistema antispam que irá bloquear os e-mails automáticos do Portal do Concurso. Portanto é recomendável utilizar na inscrição e-mails que não sejam deste domínio.

As nomeações são efetuadas no Diário Oficial da União, não há no site do IFSP página para acompanhamento das nomeações.

Conforme legislação o IFSP deverá reservar 20% das vagas de cada cargo docente (cargo/área de atuação) previstos nas vagas do Edital 233 para os candidatos negros inscritos e optantes para a cota reservada.

Da mesma forma e critério os candidatos portadores de deficiência (PCD) e optantes para as vagas reservadas também deverão ter 20% das vagas de cada cargo (cargo/área de atuação) previstas nas vagas do Edital 233/2015.

Tendo em vista que o concurso público em questão apresenta 03 (três) fases – Prova Escrita (1ª), Prova Didática (2) e Prova de Títulos (3ª) – os candidatos concorrentes às vagas reservadas terão, cada qual, a classificação publicada em lista específica e identificada, por fase do concurso, conforme determina a legislação mencionada nos itens 7 e 8 do Edital 233 de 23/04/2015.

As áreas de atuação previstas no concurso apresentam apenas uma vaga por área e por Campus do IFSP. O presente concurso é realizado com opção pelos candidatos ao cargo e ao Campus pretendido, o que implica dizer que todas as vagas do anexo I do Edital serão preenchidas pelo critério da ampla concorrência.

Tendo em vista a possível existência de filas de candidatos classificados para cada cargo e Campus, o IFSP adotará, conforme o número de novas vagas abertas, para seu preenchimento, o critério previsto na legislação de cotas reservadas para deficientes e negros.

As guias GRU (Cobrança, Simples ou Depósito) podem ser recebidas nos diversos canais de auto-atendimento do Banco do Brasil, como a Internet, TAA, Gerenciador Financeiro, Auto-atendimento Setor Público, além dos guichês de caixa das agências. Não realize o pagamento através de DOC, TED ou transferência bancária.

Favor não gerar manualmente a GRU. Utilize o Gerador de Guia de Recolhimento de nosso Portal. Acesse a página do concurso em vigor, e na aba de Inscrições, clique no link referente à segunda via da GRU. O pagamento de GRU é feito em opção específica no Banco do Brasil, não pague a GRU através da opção de boleto ou contas de consumo.

Você pode consultar seu número de inscrição ao acessar a página do concurso em questão, na aba "Inscrições".

A análise da formação é efetuada apenas no ato da posse do servidor. Aquele que for nomeado deve apresentar a formação tal qual é especificada em edital, sob risco de ter sua posse tornada sem efeito em caso de não enquadramento nas exigências do edital. A definição do perfil e formação exigida é elaborada em conjunto pela Direção dos câmpus e a Reitoria do IFSP, tentando atender as necessidades e aulas a serem ministradas.

Esta informação é normal e o candidato deverá aguardar a homologação de sua inscrição, conforme edital do concurso vigente.

As referências bibliográficas e/ou o conteúdo programático estão publicados nos editais do concurso. Caso não estejam disponíveis, aguarde a publicação de informações em uma data posterior.

Leia atentamente o edital do concurso. Nele é possível encontrar este tipo de informação.

Verifique a página do concurso, aba de inscrições, link de segunda via da GRU. Ao finalizar a sua inscrição, também é exibido ao candidato um link para a página de emissão do GRU.

Caso este você não consiga encontrar o link de emissão da GRU, o período do pagamento e emissão do mesmo não estão disponíveis. Verifique o edital para os prazos referentes à GRU.

O edital do concurso possui este tipo de informação.

A data, horário e local das provas do concurso estão disponíveis no edital do concurso. Caso não haja uma data de prova definida no edital, a mesma será publicada na página do concurso posteriormente.

Não há necessidade alguma de ter uma conta, registro no site ou realizar login para inscrever-se nos concursos.

Caso não haja link de inscrição disponível no site, as inscrições para o concurso não estão disponíveis. Verifique no edital do concurso qual é o período de inscrições.

Verifique se há esta possibilidade no edital do concurso desejado.

A partir do momento em que o concurso público é homologado, fica a critério da Diretoria de Gestão de Pessoas a convocação do candidato.



Current Style: Padrão

Main menu 2

by Dr. Radut